Com o lançamento de Avengers: Endgameus (Vingadores: Ultimatobr/ Vingadores: Endgamept), a Marvel passa por um dos momentos mais importantes de sua história como estúdio cinematográfico, simbolizado pela enorme quantidade de recordes nas bilheterias que o filme vem quebrando em pouco tempo nos cinemas – o longa está em cartaz há pouco mais de uma semana. Entretanto, entre as altíssimas cifras alcançadas, a mais notável acaba de ser conquistada: de acordo com o site Box Office Mojo, a obra atingiu, no último final de semana, a impressionante marca de US$ 2,188 bilhões em todo o mundo. Com isso, o blockbuster se iguala a “Titanic” (1997), do aclamado diretor James Cameron, na segunda colocação entre as maiores arrecadações da indústria.

Dessa forma, considerando que, em tão pouco tempo de exibição nas telonas, “Endgame” conseguiu amealhar para os cofres da Marvel uma quantia assim tão expressiva, já não é imprudente especular que a obra caminha a passos largos para atingir a tão emblemática e assustadora marca de maior bilheteria da história do cinema. Para isso, “Endgame” precisa “apenas” de um pouco mais de US$ 600 milhões para ultrapassar “Avatar” (2009), outro filme de Cameron, que atualmente ocupa o topo da lista com US$ 2,788 bilhões.

Curiosamente, os irmãos Joe e Anthony Russo, diretores responsáveis por “Endgame”, têm expressado certa “frustração” com toda a badalação da mídia em torno da produção. Na verdade, não é que eles não estejam felizes com o reconhecimento ao filme, ocorre que a dupla manifestou, em entrevista ao podcast ReelBlend, seu desejo de que grande parte dele fosse direcionado às qualidades cinematográficas da obra em si, e não apenas aos recordes que ela vem quebrando.